Vettel nega jogo de equipe da Ferrari após vitória em Mônaco: ‘Não foi planejado’

Compartilhe
Compartilhe
Share On Google Plus
Compartilhe
Contate-nos

O alemão Sebastian Vettel tratou de minimizar a estratégia de paradas da Ferrari que acabou lhe dando a vitória no GP de Mônaco de Fórmula 1. O líder do campeonato passou a primeira parte da prova disputada neste domingo atrás do companheiro Kimi Raikkonen e assumiu a liderança após a ida de ambos aos boxes.

Estadão Conteúdo   28/05/2016  15:38h

“Não, não foi planejado. Nosso planejamento era abrir distância dos outros e foi o que fizemos. Assim que o Valtteri (Bottas, da Mercedes) foi ao pit, Kimi respondeu. Eu achava que poderia seguir um pouco mais na pista. Então acelerei o máximo que consegui e fiquei surpreso por voltar à frente depois do pit stop”, comentou.

Sobre a terceira vitória após seis etapas disputadas na temporada, Vettel disse ser inacreditável. Com o ótimo início, o alemão conseguiu abrir 25 pontos de vantagem sobre Lewis Hamilton no Mundial de Pilotos. O inglês da Mercedes terminou em sétimo lugar em Mônaco.

“Foi uma corrida bastante intensa. Esperava ter feito uma largada um pouco melhor, mas o Kimi também fez um excelente começo de corrida. Não tinha onde ir, então precisava ter paciência. Mas o ritmo do carro estava mito bom, a equipe fez um excelente trabalho e preciso agradecer à Ferrari pela ótima semana”, comemorou.

Raikkonen, no entanto, não viu motivos para festejar o segundo lugar. O finlandês não escondeu a irritação por voltar em segundo lugar após a ida aos boxes dos dois pilotos. No pódio, recebeu o troféu com o rosto fechado.

“É difícil de falar. Obviamente, ainda é o segundo lugar, mas eu não me sinto muito bem. Algumas vezes não tem o que ser feito e agora vamos para a próxima corrida tentar fazer melhor. Mesmo assim é um daqueles dias que você gostaria de ter feito um pouco mais”, comentou.

Deixe um comentário