Vecchio é liberado para resolver problemas familiares e desfalca o Santos

Compartilhe
Compartilhe
Share On Google Plus
Compartilhe
Contate-nos

 

Estadão Conteúdo

10/06/2017  |  18:001h

Cheio de desfalques para o duelo com o Atlético Paranaense, neste domingo, na Arena da Baixada, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos sofreu novas baixas para o confronto. E o principal é o meia Emiliano Vecchio, que foi dispensado do treino deste sábado e também da partida por causa de problemas particulares.

Afastado do Santos por causa de desentendimento com o técnico Dorival Júnior, Vecchio recebeu uma nova chance na equipe logo após a demissão do treinador, na vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo, na última quarta-feira, encerrando um longo período de inatividade, pois não atuava desde outubro de 2016.

E como Lucas Lima, embora esteja curado de lesão no músculo posterior da coxa direita, só vai retornar ao Santos no clássico contra o Palmeiras, na próxima quarta-feira, pois ainda precisa realizar trabalhos de fortalecimento muscular, Vecchio teria a oportunidade de disputar o segundo jogo consecutivo como titular Porém, viajou no fim da noite de sexta-feira para Rosário, na Argentina, por causa de problemas familiares e tem retorno previsto para a próxima segunda-feira.

Sem Vecchio, o técnico interino Elano deve deslocar o meia-atacante Vitor Bueno para a armação das jogadas do Santos, abrindo espaço para o colombiano Copete ganhar uma oportunidade entre os titulares do setor ofensivo santista.

A ausência de Vecchio também ajudar a resolver a dúvida sobre quem jogará na lateral esquerda do Santos – o titular Zeca ainda faz trabalhos de fortalecimento muscular. Agora é praticamente certo que Elano opte por Jean Mota, pois Copete jogará no ataque, enquanto Matheus Ribeiro decepcionou na chance recebida diante do Botafogo.

Além disso, outra novidade do time será o retorno do atacante Bruno Henrique, que cumpriu suspensão automática contra o Botafogo. Já o lateral-direito Victor Ferraz, com dor de garganta, não treinou neste sábado, mas foi relacionado. Caso seja vetado, terá sua vaga ocupada por Daniel Guedes.

Assim, o Santos deve entrar em campo neste domingo com a seguinte formação: Vanderlei; Victor Ferraz (Daniel Guedes), David Braz, Lucas Veríssimo e Jean Mota; Renato, Thiago Maia e Vitor Bueno; Copete, Bruno Henrique e Kayke.

Além de Lucas Lima e Zeca, outro titular que continua vetado pelo departamento médico é o centroavante Ricardo Oliveira, que ainda se recupera de pancada no tornozelo esquerdo. Já entre os reservas, os vetados foram Rodrigão, que sofreu estiramento no ligamento colateral medial do joelho direito, e Léo Cittadini, que se apresentou ao treino de sexta-feira com problemas estomacais. Por sua vez, o zagueiro Luiz Felipe sofreu lesão de grau 1 no músculo bíceps femoral da perna direita.

O também zagueiro Gustavo Henrique está em fase final de recuperação de cirurgia para reconstrução do ligamento colateral anterior do joelho esquerdo, enquanto o lateral-esquerdo Caju segue em busca do melhor condicionamento físico após se recuperar de lesão.

O duelo com o Atlético-PR será o último do Santos sob o comando de Elano, pois Levir Culpi começará a trabalhar apenas na próxima segunda-feira. Confira a lista de relacionados para o duelo na Arena da Baixada:

Goleiros: Vanderlei e Vladimir.

Zagueiros: Cleber Reis, David Braz e Lucas Veríssimo.

Laterais: Daniel Guedes, Matheus Ribeiro e Victor Ferraz.

Meio-campistas: Alison, Jean Mota, Leandro Donizete, Matheus Oliveira, Rafael Longuine, Renato, Thiago Maia, Vitor Bueno e Yuri.

Atacantes: Arthur Gomes, Bruno Henrique, Jonathan Copete, Kayke, Thiago Ribeiro e Vladimir Hernández.



g (53)
“Senhora dos gatos”: estudo explica preferência dos felinos por mulheres adultas

Lady Gaga fez tatuagem em homenagem à banda Metallica.

g (3)
Facebook cria ferramenta que possibilita entrar em contato com políticos através de seus posts

Deixe um comentário