Ministério da Saúde premia pesquisas destinadas ao SUS

Ministério da Saúde premia pesquisas destinadas ao SUS

O Ministério da Saúde premiou hoje (29) 32 pesquisadores que desenvolveram projetos com temática na área de ciência, tecnologia e inovação em saúde, relacionados às necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS). A 16ª edição do Prêmio de Incentivo em Ciência, Tecnologia e Inovação ocorreu na capital paulista.

Ao todo, 522 projetos foram inscritos para concorrer aos prêmios, que variam de R$ 20 mil a R$ 50 mil em cinco categorias: trabalho científico publicado; tese de doutorado; dissertação de mestrado; produtos e inovação em saúde; e experiência exitosa de pesquisa para o SUS.

“Precisamos conciliar que o preço das novas tecnologias não seja um fator impeditivo para o seu desenvolvimento. Estamos tratando de um grande desafio, que é permitir que os pesquisadores e empresários possam produzir essas funções tecnológicas para que todos nós possamos viver bem com os recursos que os SUS disponibiliza”, destacou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Até o ano passado, haviam sido inscritos no prêmio 5.872 estudiosos. Destes, 370 foram premiados, sendo 63 com prêmio em dinheiro e 307 com menções honrosas.

O Ministério da Saúde premiou hoje (29) 32 pesquisadores que desenvolveram projetos com temática na área de ciência, tecnologia e inovação em saúde, relacionados às necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS). A 16ª edição do Prêmio de Incentivo em Ciência, Tecnologia e Inovação ocorreu na capital paulista.

Ao todo, 522 projetos foram inscritos para concorrer aos prêmios, que variam de R$ 20 mil a R$ 50 mil em cinco categorias: trabalho científico publicado; tese de doutorado; dissertação de mestrado; produtos e inovação em saúde; e experiência exitosa de pesquisa para o SUS.

“Precisamos conciliar que o preço das novas tecnologias não seja um fator impeditivo para o seu desenvolvimento. Estamos tratando de um grande desafio, que é permitir que os pesquisadores e empresários possam produzir essas funções tecnológicas para que todos nós possamos viver bem com os recursos que os SUS disponibiliza”, destacou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Até o ano passado, haviam sido inscritos no prêmio 5.872 estudiosos. Destes, 370 foram premiados, sendo 63 com prêmio em dinheiro e 307 com menções honrosas.

http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2017-11/ministerio-da-saude-premia-pesquisas-destinadas-ao-sus

<

p class=”wpematico_credit”>Powered by WPeMatico

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*