Na Alemanha, trabalhadores rurais brasileiros denunciam desmontes do governo Temer

Na Alemanha, trabalhadores rurais brasileiros denunciam desmontes do governo Temer

Golpe

Evento uniu organizações alemãs e brasileiras para debater situação dos direitos humanos no Brasil

Rafael Tatemoto |
Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Campo (MTC), participa de evento promovido pela Cooperação Brasil (KoBra)
Reprodução

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Campo (MTC), criticaram as medidas do governo golpista de Michel Temer em evento realizado na Alemanha, durante os dias 10 e 12 de novembro na cidade de Hofgeismar, no estado de Hesse. 

Promovido pela Cooperação Brasil, KoBra em alemão, que congrega organizações e indivíduos alemães que desenvolvem parcerias com entidades brasileiras, a atividade contou ainda com a participação da Pastoral Carcerária, da SOS Corpo, e de integrantes do Processo de Articulação e Diálogo entre Agências Ecumênicas

Adriano Ferreira, integrante da direção nacional do MTC, esteve no evento, e afirma que a participação da organização apresentou os desdobramentos da conjuntura política brasileira no campo. 

“A KoBra é uma agência de cooperação internacional que reúne defensores de direitos humanos. Do Brasil, foram escolhidas algumas organizações. A gente foi convidado para falar um pouco da conjuntura agrária no Brasil, com foco nos cortes do orçamento e a questão da reforma da Previdência, que vai afetar a aposentadoria do pequeno agricultor”, diz. 

Entre os cortes no orçamento mencionados, Ferreira destaca as dificuldades no Programa de Aquisição de Alimentos, que garante a venda da produção de pequenos agricultores. Para ele, as medidas de Temer têm inviabilizado a permanência de trabalhadores rurais no campo. Além das questões orçamentárias, o MTC apresentou na Alemanha a escalada da violência e de mortes por conta de conflitos fundiários no último ano.

O MTC foi criado em 2010 a partir da Associação dos Moradores das Microrregiões do Estado de Alagoas, ao reunir cerca de 200 camponeses e camponesas.

29 de novembro de 201719:53{time}

Powered by WPeMatico

Hits: 0

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário