Tomate orgânico: conheça as vantagens de consumi-lo

Tomate orgânico: conheça as vantagens de consumi-lo

Sem veneno

A fruta é uma das que apresenta maior quantidade de agrotóxicos; nutricionista ensina receita com o alimento sem veneno

Luciana Console |
A fruta é rica em antioxidantes e vitaminas A, C e E. Além disso, o tomate ajuda a fortalecer a imunidade.
Pixabay

Encontrado na mesa de praticamente todos os brasileiros, o tomate é muito utilizado em saladas e na fabricação de molhos. A fruta, porém, está na lista de alimentos com maior concentração de agrotóxicos do Brasil, de acordo com o relatório “Segura este abacaxi: os agrotóxicos que vão parar na sua mesa”, divulgado no mês de outubro pelo Greenpeace.

A nutricionista Vanessa Menck, que estuda os efeitos dos venenos na saúde, destaca a importância de consumir o alimento cultivado de forma orgânica, porque só assim mantém todos os benefícios nutricionais. Um dos fatores chaves para isso é o tempo de desenvolvimento da fruta, que ocorre sem interferências.

“O alimento não chega a produzir as vitaminas que ele poderia produzir, por conta de toda a intoxicação que ele tá. Então, tem o tempo, tem a mistura química das coisas que vai atrapalhar o funcionamento das enzimas do produto também. E como você vai ingerir o agrotóxico que vai intoxicar o seu corpo, você vai diminuir a absorção”, explica Menck.

A trabalhadora rural Helia Silva, que cultiva tomate orgânico em um assentamento no município de Guapé (MG), conta que sente a diferença no organismo em consumir um alimento sem veneno. 

“A gente consegue perceber que quando fala de saúde, geralmente quem consome produto orgânico tem mais resistência do que quem consome um produto convencional”, diz. 

Rico em antioxidantes e vitaminas A, C e E, o tomate ajuda a fortalecer a imunidade e previne a anemia, pois a vitamina C é aliada na absorção de ferro pelo organismo. A nutricionista acrescenta que o tomate também auxilia no combate ao envelhecimento das células, e consequentemente, atua contra alguns tipos de câncer, devido a substâncias como o carotenoide e licopeno presentes na fruta. 

“Quando as nossas células começam a se desenvolver de forma inadequada, pode gerar alguns tipos de câncer, então, o principal que o tomate atua, que ele ajuda a combater, é o câncer de próstata”, pontua.

O tomate orgânico pode ser identificado pelo sabor mais intenso e pela maior durabilidade. Na opinião da nutricionista, a fragilidade atribuída aos alimentos orgânicos é um mito, já que os antioxidantes presentes neles atuam como conservantes.

A qualidade dos tomates orgânicos também é confirmada pela produtora, Dona Helia: 

“Por mais difícil que seja a gente produzir de uma forma mais saudável, vale muito a pena. A produção não chega a dar o valor de outros produtos convencionais, mas o valor dele é na qualidade.”

Como dica de consumo, a nutricionista Vanessa recomenda o uso do tomate na forma de molho, pois o aquecimento ativa os nutrientes e faz com que o aproveitamento da fruta seja mais efetivo. Mas não se esqueça de preparar com tomate orgânico, claro!

14 de dezembro de 201719:16

Via Brasil de Fato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *