ONG faz festa de Natal para 300 jovens na comunidade carioca de Cidade de Deus

ONG faz festa de Natal para 300 jovens na comunidade carioca de Cidade de Deus

O Natal chegou mais cedo na Cidade de Deus, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio de Janeiro. A organização não governamental (ONG) Favela Mundo preparou uma surpresa para cerca de 300 crianças e adolescentes daquela comunidade carioca, que participaram hoje (18) de brincadeiras, música, teatro, dança e receberam presentes do Papai Noel.

As crianças e jovens são atendidos gratuitamente pelo projeto social Favela Mundo da ONG que conta com patrocínio da prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, e tem apoio da concessionária Linha Amarela S/A (Lamsa), Metrô Rio e Instituto Invepar. A festa ocorreu na Escola Municipal Senhora Perciliana de Alvarenga. Na semana passada, a festa foi para as crianças e adolescentes do Morro do Juramento, em Tomás Coelho, zona norte.

“É uma época que mexe muito com a fantasia das crianças. A festa é o momento em que a gente reúne as famílias, as crianças se apresentam para os pais, é o momento de a gente conhecer melhor as famílias e ter uma troca maior”, disse à Agência Brasil o professor Marcelo Andriotti, fundador da ONG.

A organização conta com a ajuda de estudantes de pedagogia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Há também voluntários estrangeiros que aproveitam intercâmbio no Brasil para dar aulas de idiomas no projeto social. Fundada em 2010, a ONG informa que já beneficiou 4.416 crianças e jovens de 125 comunidades do Rio de Janeiro e Baixada Fluminense.

Amanhã (19), a ONG Favela Mundo encerra as oficinas de capacitação deste ano do projeto Arte Gerando Renda na Rocinha, zona sul, e em Piedade, zona norte da cidade, mas os cursos de teatro música e danças brasileiras terão seguimento na Cidade de Deus até maio de 2018. A partir de junho, a previsão é iniciar as oficinas em duas novas comunidades: Acari e Fazenda Botafogo.

O ano de 2017 deve fechar com 1.200 pessoas atendidas pelas oficinas, segundo Andriotti. No próximo ano, a meta é ampliar esse número em, pelo menos, mais 200 vagas para o Arte Gerando Renda e 300 para o projeto que atende a crianças e jovens, expandindo mais para a zona oeste, que ele considera muito carente de projetos.

“Meu sonho é levar o Favela Mundo para as crianças na zona oeste: Santa Cruz, Campo Grande, porque é uma área muito carente de projetos. Acredito que, pela falta de empresas, não há tanto interesse em desenvolver projetos que mostrem à comunidade que elas estão realmente ajudando”, avaliou. Segundo Marcelo Andriotti, trata-se de uma região que enfrenta problemas sérios de violência e evasão escolar. “O projeto ajuda muito a combater isso”.

O Natal chegou mais cedo na Cidade de Deus, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio de Janeiro. A organização não governamental (ONG) Favela Mundo preparou uma surpresa para cerca de 300 crianças e adolescentes daquela comunidade carioca, que participaram hoje (18) de brincadeiras, música, teatro, dança e receberam presentes do Papai Noel.

As crianças e jovens são atendidos gratuitamente pelo projeto social Favela Mundo da ONG que conta com patrocínio da prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, e tem apoio da concessionária Linha Amarela S/A (Lamsa), Metrô Rio e Instituto Invepar. A festa ocorreu na Escola Municipal Senhora Perciliana de Alvarenga. Na semana passada, a festa foi para as crianças e adolescentes do Morro do Juramento, em Tomás Coelho, zona norte.

“É uma época que mexe muito com a fantasia das crianças. A festa é o momento em que a gente reúne as famílias, as crianças se apresentam para os pais, é o momento de a gente conhecer melhor as famílias e ter uma troca maior”, disse à Agência Brasil o professor Marcelo Andriotti, fundador da ONG.

A organização conta com a ajuda de estudantes de pedagogia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Há também voluntários estrangeiros que aproveitam intercâmbio no Brasil para dar aulas de idiomas no projeto social. Fundada em 2010, a ONG informa que já beneficiou 4.416 crianças e jovens de 125 comunidades do Rio de Janeiro e Baixada Fluminense.

Amanhã (19), a ONG Favela Mundo encerra as oficinas de capacitação deste ano do projeto Arte Gerando Renda na Rocinha, zona sul, e em Piedade, zona norte da cidade, mas os cursos de teatro música e danças brasileiras terão seguimento na Cidade de Deus até maio de 2018. A partir de junho, a previsão é iniciar as oficinas em duas novas comunidades: Acari e Fazenda Botafogo.

O ano de 2017 deve fechar com 1.200 pessoas atendidas pelas oficinas, segundo Andriotti. No próximo ano, a meta é ampliar esse número em, pelo menos, mais 200 vagas para o Arte Gerando Renda e 300 para o projeto que atende a crianças e jovens, expandindo mais para a zona oeste, que ele considera muito carente de projetos.

“Meu sonho é levar o Favela Mundo para as crianças na zona oeste: Santa Cruz, Campo Grande, porque é uma área muito carente de projetos. Acredito que, pela falta de empresas, não há tanto interesse em desenvolver projetos que mostrem à comunidade que elas estão realmente ajudando”, avaliou. Segundo Marcelo Andriotti, trata-se de uma região que enfrenta problemas sérios de violência e evasão escolar. “O projeto ajuda muito a combater isso”.

http://agenciabrasil.ebc.com.br/direitos-humanos/noticia/2017-12/ong-faz-festa-de-natal-para-300-jovens-na-comunidade-carioca-deVIA EBC ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *