CNI: uso da capacidade instalada na indústria é o maior em quase 3 anos

CNI: uso da capacidade instalada na indústria é o maior em quase 3 anos

EBC

Indicador de produção da indústria registrou 50,5 pontos em novembro, depois de assinalar 52,6 em outubro   Agência Brasil

A indústria operou em novembro com 68% da capacidade instalada, o maior percentual do indicador em quase três anos. Apesar da alta, o índice está 6 pontos percentuais abaixo do registrado na média dos meses de novembro entre 2011 e 2014. As informações são da pesquisa Sondagem Industrial divulgada hoje (19) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O indicador de produção da indústria marcou 50,5 pontos, depois de assinalar 52,6 pontos em outubro. Ele varia de zero a 100. 

Esse é o maior índice para o mês desde 2011, quando ficou em 49,8 pontos. Segundo a CNI, desde 2013 o indicador de evolução da produção sinalizava queda abaixo de 50 pontos.

O índice de número de empregados caiu 0,7 ponto, indo para 49 pontos. De acordo com o levantamento, com a retração, o indicador volta a se afastar da linha de 50 pontos, apontando queda moderada do número de empregados em novembro frente a outubro.

Os estoques se mantiveram ajustados ao planejado pelas empresas, com índice efetivo em relação ao planejado praticamente sobre a linha dos 50 pontos, em 49,8 pontos.

Expectativas

Apesar de recuarem na passagem de novembro para dezembro, os índices de perspectiva de demanda e de compras de matérias-primas permanecem acima dos 50 pontos. Enquanto o de expectativas de demanda registrou 53,8 pontos, o de compras de matérias-primas ficou em 52,1 pontos.

O índice de quantidade exportada aumentou 1,3 ponto em dezembro frente a novembro e alcançou 53,5 pontos, sinalizando otimismo em relação às vendas externas. Os empresários esperam queda do emprego no início de 2018, com indicador de 48,7 pontos.

O índice de intenção de investimento aumentou 1,6 ponto em dezembro na comparação com novembro e atingiu 52,2 pontos. Foi o sexto mês consecutivo de alta no indicador, que está 7,6 pontos acima do registrado em dezembro de 2016 e é o maior desde dezembro de 2014, quando acusou 52,4 pontos.

A Sondagem Industrial de novembro ouviu 2.274 empresas do setor entre 1º e 13 de dezembro. Das empresas consultadas, 936 são pequenas, 813 são médias e 525 são de grande porte.

Via EBC ECONOMIA

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*


%d blogueiros gostam disto: