Operação Verão começa hoje no litoral de São Paulo

Operação Verão começa hoje no litoral de São Paulo

Começou hoje (20) e prossegue até o dia 16 de fevereiro de 2018, no litoral de São Paulo, a Operação Verão, que vai reforçar a segurança em 16 municípios. A ação conta com a participação de quase 3 mil policiais militares em 16 municípios: Guarujá, Santos, São Vicente, Praia Grande, Iguape, Cananeia, Peruíbe, Ilha Comprida, Itanhaém, Mongaguá, Cubatão, Bertioga, Ilhabela, São Sebastião, Ubatuba e Caraguatatuba.

“A polícia precisa estar onde está a maior população, para garantir o sossego e a segurança de quem visita o litoral paulista nesta época”, disse o vice-governador de São Paulo, Márcio França, ao lançar a operação, nesta quarta-feira. Ele informou que 2.726 policiais civis foram convocados para atuar no período, sendo 250 a mais do que no ano passado. “Tudo para garantir o sossego e segurança de quem visita o litoral paulista nessa época.”

O secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, falou sobre a necessidade de aumentar o efetivo durante o verão. “Fizemos um grande esforço para que a operação deste ano fosse maior. Trouxemos algumas novidades, como o uso do helicóptero da Polícia Civil parao policiamento da orla.”

Policiamento

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado, para as cidades da Baixada Santista serão enviados 1.594 policiais militares, sendo 561 para o litoral norte. Deste contingente, 861 estão destacados de unidades territoriais, sendo 1.012 sargentos e 282 soldados de 2ª classe que concluíram os cursos de formação neste ano.

No sistema Anchieta-Imigrantes irão atuar 177 agentes rodoviários. O 1º Batalhão de Policiamento Rodoviário receberá 162 policiais, diariamente, que serão deslocados de outras unidades para atuar em Guarulhos, Vale do Paraíba e Alto Tietê.

Operação Praia Segura

Durante todo o verão, o Corpo de Bombeiros fará a Operação Praia Segura, a fim de aumentar a prevenção de afogamentos com atividades de busca e salvamento, além de resgate de embarcações em situações de risco. Para tanto, serão empregados 600 guarda-vidas por tempo determinado, que atuarão no Grupamento Marítimo do Corpo de Bombeiros. Eles vão orientar e proteger os banhistas em praias e represas.

Cinturão eletrônico

Um cinturão eletrônico de câmeras do sistema Detecta cobre todo o litoral paulista, chegando ao Alto Tietê. São 450 câmeras interligadas ao sistema Detecta. A região terá mais 2.809 câmeras de videomonitoramento em municípios e estradas.

Implantado em 2014, o Detecta integra bancos de dados das polícias paulista. O sistema já auxiliou a polícia na prisão de 5.985 pessoas e ajudou na interceptação de 4.290 veículos e na apreensão de 394 armas de fogo.

20 de dezembro de 201718:01VIA EBC GERAL

Hits: 0

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário