Polícia suspeita que quem queimou e matou menino de 7 anos foi “pessoa próxima”

CRIME BRUTAL

Ele foi encontrado morto dentro de uma estação de esgoto, com o corpo parcialmente carbonizado, no Bairro Aracapé

Por Lyvia Rocha em Segurança Pública

23 de dezembro de 2017 às 18:37

A criança que foi encontrada morta com o corpo carbonizado, no Bairro Aracapé, em Fortaleza, foi enterrada nesta terça-feira (19), em um cemitério particular. Familiares e amigos da criança estiveram no local comovidos, prestando as últimas homenagens ao menino de 7 anos.

De acordo com a Polícia, a suspeita é que o autor do crime é uma pessoa próxima da família, segundo apuração do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

No velório do garoto, a avó falou que ainda tinha esperança, mesmo que mínima, que o neto voltasse com vida para casa, mas que o desaparecimento já a deixou triste achando que o final seria trágico.

“Existia esperança, mas quando soube que ele tava desaparecido, mais de 12 horas, imaginei que coisa boa não era. A gente vê através de outras experiência, os relatos, que quando aparece está morta. Justiça, é o que nós queremos”, afirmou.

Muito abalado, o pai da criança não conseguiu se alimentar nesses dias e nem conversar com a reportagem. “Eu quero justiça ao que fizeram com o meu filho. Quem fez isso tem que pagar”, desabafa Francisco de Oliveira.

O caso

Um menino de 7 anos foi encontrado morto dentro de uma estação de tratamento de esgoto, com o corpo parcialmente carbonizado, no Bairro Aracapé, em Fortaleza, na noite da segunda-feira (18).

De acordo com a mãe, que não quis se identificar, o menino M.H.G.O. havia saído de casa no fim da tarde do último domingo (17), para brincar com os seus amigos da rua, e não voltou mais. A criança costumava sair nesse horário e retornava para casa por volta das 21h.

Até o momento, ainda não se sabe se as causas da morte do menino. “Quando deu umas 21h, ele não voltou mais. Ele (criança) tinha saído no fim da tarde. Compartilhei em todos os grupos das redes sociais, mas ninguém sabia de nada”, informou a mãe.

 




NOTÍCIAS RELACIONADAS

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado


*


%d blogueiros gostam disto: