Jogos e aplicativos na internet podem estar vendendo seus dados pessoais

Jogos e aplicativos na internet podem estar vendendo seus dados pessoais

Tecnologia

Ao aceitar os termos e condições, usuários da internet permitem que empresas possam comercializar sua informação

Norma Odara |
Ao clicar em “aceito” o usuário permite que a extensão tenha acesso às suas informações
Pixabay

Incita a curiosidade saber como seria sua aparência caso fosse do sexo oposto, não? O aplicativo Kueez, da empresa Yoto Media Group, promete lhe mostrar isso, mas o que parece só uma brincadeira na internet, na verdade coleta suas informações pessoais para alimentar bancos de dados de empresas.

No caso do aplicativo da Kueez, que aparece com o nome “Como você seria se fosse do gênero oposto?”, ele puxa através da tecnologia chamada FaceApp, informações como: seu nome, imagem do perfil, data de nascimento, todas as suas fotos e imagens no Facebook, lista de amigos, informações de contato e endereço de e-mail.

Não é de hoje que sites, aplicativos, quizzes e jogos no Facebook atraem usuários para alimentar seu banco de dados e de outras empresas. Outra brincadeira que inundou as redes foi “Com qual celebridade você se parece?”, que fazia a mesma coleta de dados.

Ao clicar em “aceito” o usuário permite que a extensão você permite que o site tenha acesso às suas informações. Pouca gente lê a política de privacidade dos sites que promovem estes jogos, aplicativos e brincadeiras. Lá eles afirmam: “podemos compartilhar informações agregadas dos nossos usuários […] com determinadas empresas que tiverem o interesse em oferecer a você certos conteúdos promocionais que possamos achar relevantes para você”. As empresas podem até mesmo utilizar sua foto para quizzes e jogos na rede.

Para minimizar a divulgação de novas fotos que você venha a postar e atualizações que tenha feito, desabilite o aplicativo na sessão de configurações de aplicativo do Facebook e exclua o Kueez.

Toda segurança é pouca quando falamos em internet, vigilância e comercialização de dados. Fique atento e procure sempre ler as políticas da empresa antes de entregar seus dados à terceiros.

E lembre-se: quando o produto é gratuito, o produto é você!

23 23America/Sao_Paulo Fevereiro 23America/Sao_Paulo 201817:31

Via Brasil de Fato

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Hits: 1

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário