Mãe de suspeito de pilotar helicóptero afirma que filho foi ludibriado: “ele é vítima”

Mãe de suspeito de pilotar helicóptero afirma que filho foi ludibriado: “ele é vítima”

Aeronave PCC

Quatro aeronaves estão registradas em nome de Felipe Ramos Morais (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A mãe de Felipe Ramos Morais, suspeito de pilotar o helicóptero que teria feito o transporte de Gegê do Mangue e Paca, conversou com exclusividade com a TV Jangadeiro/SBT. Ela afirmou que, para a família, o filho foi ludibriado.

“Para a gente, ele também é vítima, foi enganado. Ele trabalha com isso há muito tempo (…) Ele sempre faz serviço assim, não sabe quem é, não pede nada. Então eu espero que ele possa estar bem, aonde não me interessa, eu nem quis saber nem quero saber. Eu só quero que ele esteja bem”, disse em entrevista por telefone. A TV Jangadeiro optou por preservar a identidade da mãe de Felipe.

Um levantamento da TV Jangadeiro junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) revelou que quatro aeronaves estão registradas em nome de Felipe Ramos Morais.

Todas as aeronaves têm capacidade para até três passageiros, o que a princípio seria incompatível com o modelo usado durante o transporte de Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, e Fabiano Alves de Souza, o Paca. O helicóptero que teria sido utilizado nessa viagem seria para sete pessoas.

De acordo com a Anac, uma das aeronaves, de prefixo PR-HDA, tem certificado de validade vencido desde 2015. E outro equipamento, prefixo PR-MOB, tem certificado válido até 2023, mas é apontado como aeronave interditada.

A aeronave, de prefixo PR-HDA, já havia sido flagrada em julho de 2012 no Ceará numa operação anti-tráfico da Polícia Federal. O helicóptero teria transportado 174 kg de cocaína para uma fazenda no município de Acopiara.

A droga teria sido adquirida na Bolívia e entrou no Brasil pelo Mato Grosso do Sul. Felipe Ramos Morais foi preso em Picos, no Piauí, quando a aeronave seria reabastecida. Os agentes da PF encontraram quase R$ 30 mil em espécie, além de R$ 12 mil em cheques no helicóptero.

A TV Jangadeiro teve acesso também a um documento da Justiça Federal de São Paulo. No documento, consta a informação de que uma das aeronaves de Felipe havia sido interditada por conta de uma denúncia de manobras perigosas.

Confira todos os detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Leia também:
Carros de luxo de líder do PCC assassinado estavam registrados em rua que não existe

Entenda o caso

No dia 16 de fevereiro, os corpos foram encontrados em uma aldeia indígena, em Aquiraz. Gegê do Mangue e Paca eram dois dos principais líderes do PCC em liberdade, segundo o Ministério Público. Os criminosos foram baleados no rosto e, nos seus olhos, havia perfurações de faca. De acordo com testemunhas, uma aeronave foi usada na emboscada.

Acompanhe o caso

20/2 – Líderes do PCC tiveram os olhos furados com faca e os corpos queimados em execução

20/2 – Corpos de líderes do PCC devem embarcar para São Paulo nesta terça-feira

20/2 – “PCC é um cartel associado aos barões de cocaína da Bolívia”, afirma procurador de Justiça

19/2 – Líder do PCC morto no Ceará era acusado de chefiar o tráfico de drogas no Paraguai

19/2 – IML recebe esquema de segurança para evitar sequestro de corpos de líderes do PCC

19/2 – “Quem conquistar o Ceará conquista o Nordeste”, alerta ministro da Justiça sobre o crime organizado

18/2 – Governo Federal envia força-tarefa policial ao Ceará

18/2 – Lideranças do PCC teriam sido mortas em área indígena do Ceará

TV Jangadeiro26 26America/Sao_Paulo Fevereiro 26America/Sao_Paulo 201821:03

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Hits: 0

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário