General que planejou intervenção Federal no Rio é cidadão cearense

General que planejou intervenção Federal no Rio é cidadão cearense

O general nasceu no Rio, mas voltou para o Ceará antes do 1° ano de vida. (Foto: Marcos Moura/ALCE)

O general nasceu no Rio, mas voltou para o Ceará antes do 1° ano de vida. (Foto: Marcos Moura/ALCE)

O general do Exército Guilherme Cals Theóphilo Gaspar de Oliveira, integrante do comando que planejou a intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro, neste ano, é filho de cearenses. Em 2016, recebeu o Título de Cidadão Cearense na Assembleia Legislativa do Ceará.

Guilherme Cals Theóphilo Gaspar de Oliveira é filho dos cearenses general de brigada Manoel Theóphilo Gaspar de Oliveira Neto e Maria de Lourdes Cals Theóphilo Gaspar de Oliveira. Ele nasceu em 1955, no Rio de Janeiro, quando seu pai servia na cidade.

Voltou para Fortaleza antes de completar um ano de vida. Foi aluno do Colégio Militar na Capital. Seu ingresso na carreira militar se deu pelo Curso de Formação de Oficiais de Artilharia da Aman, em Resende (RJ), concluído em 1976.

Ele ocupou os mais altos cargos no Exercito brasileiro, como o Comando Militar da Amazônia, o Comando Geral de Logística e o comando da 12ª Região Militar, como também a função de observador militar da ONU para a América Central. Recentemente, filiou-se ao PSDB do Ceará.

Tribuna do Ceará14 de Abril de 201811:15

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *