Aprovado reajuste salarial para parte do funcionalismo público do Paraná

Aprovado reajuste salarial para parte do funcionalismo público do Paraná

Derrota do Governo

Deputados derrubaram vetos da Governadora Cida e autorizaram 2,76% de aumento

Ana Carolina Caldas |
O líder da oposição, Deputado Tadeu Veneri (PT), afirma que “Os servidores do Executivo veem sendo enganados pelos Governos Beto e Cida”
Pedro de Oliveira/Alep

Nessa segunda feira (13), os deputados paranaenses derrubaram, por grande maioria, os vetos feitos pela Governadora Cida Borghetti ao reajuste salarial de 2,76% aos funcionários públicos da Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas, Tribunal de Justiça, Ministério Público e Defensoria.

Minutos antes da votação, o líder do governo, Deputado Pedro Lupion, já comunicava em coletiva para a imprensa que o Governo estava com dificuldades para convencer os deputados da própria base a escolherem pela manutenção dos vetos. Foram votados cinco vetos que tiveram sempre mais de 40 votos pela derrubada. Agora, a Governadora tem 48 horas para aplicar a lei.

Servidores do Executivo permanecem na espera pelo reajuste

Apenas servidores (as) do Poder Executivo, como professores (as), agentes penitenciários, profissionais da saúde, policiais militares e outros vão continuar na espera pelo reajuste. Definiu-se que a votação do reajuste aos servidores do Executivo, ficará para depois das eleições. O Fórum das Entidades Sindicais do Paraná (FES), informou em nota que continuará a pressão. Sem reposição desde 2016, a defasagem no salário destes trabalhadores é de 11,53%.

O líder da oposição, Deputado Tadeu Veneri (PT), disse que o projeto de recomposição salarial para estes servidores precisa ser reencaminhado pela Governadora Cida, que o retirou, quando propôs que o aumento fosse de apenas 1%. Para ele, “é preciso cumprir que essa votação, de fato, aconteça. Os servidores do Executivo veem sendo enganados pelos Governos Beto e Cida”.

14 de agosto de 201809:00

Via Brasil de Fato

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Hits: 13

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário