Moradores negam expulsão de policial de casa e dizem que ele causava confusões

Moradores negam expulsão de policial de casa e dizem que ele causava confusões

mudanca-policial

A mudança do ex-policial foi feita sob escolta. (FOTO: Divulgação/WhatsApp)

Moradores do bairro Canindezinho, em Fortaleza, chamaram a reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, para dar a versão deles sobre o caso do policial que disse ter sido ameaçado por bandidos e, por isso, teria saído de casa. O caso foi noticiado nesta segunda-feira, no programa. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, investiga o caso.

De acordo com populares da Rua do Trevo, no Parque Jerusalém, o agente de segurança não era bem visto por provocar confusão com a vizinhança, além de ameaçar a todos.

De acordo com o ex-policial, ele teria deixado a própria casa por se sentir ameaçado por bandidos de facção criminosa. No entanto, a vizinhança contesta a versão apresentada.

“Esse policial tem rixa com a gente, não sei por quê. Nunca fizemos nenhum mal a eles. Ele jogou pedra na nossa casa, chegou no meu portão me ameaçando com uma arma. No sábado, ele deu um tiro no meu marido. Ninguém sabe explicar por que ele fez isso. Sendo que meu marido não é envolvido com nada, não responde nada, é um homem trabalhador. As fotos dos meus irmãos e tios estão pelas redes sociais dizendo que eles são de facção e botaram ele pra ir embora, mas não foi bem isso que aconteceu”, disse a esposa de um dos suspeitos, que teve a identidade preservada.

Segundo informações preliminares, o ex-policial teria tido uma discussão com um morador da área e, depois disso, dois homens passaram em frente ao local para fotografar a casa dele. Sentindo-se ameaçado, decidiu deixar o local. Mas o que conta a esposa de um dos envolvidos contradiz a versão dada pelo policial.

“Meu marido estava indo trabalhar e deixando uma criança de 8 anos na escola. No caminho, ele parou o carro, pediu para o meu marido se aproximar. Ele se aproximou e perguntou se ele não ia sair da casa. Meu marido, calado estava, calado ficou. E ele pegou e atirou”, relatou a esposa, que informou também que a família não é dona da casa e não tem nenhuma relação com o ex-policial.

Segundo a mulher, a Corregedoria esteve no local para averiguar toda a casa, que foi revirada, e o marido foi levado para depor na delegacia. Outro morador da área também relatou que o homem não era bem visto na área.

De acordo com uma das moradoras, o ex-policial esteve na casa da família dela para fazer ameaças. Ele ainda teria jogado pedras e pedaços de vidro em cima da residência deles. O homem seria denunciado à polícia sobre as ações.

Segundo a moradora, a polícia esteve na casa para investigar o local. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

“Presenciei ele rebolando pedra, caco de vidro e tirando sarro da cara das pessoas que estão dentro de casa. Ele tem histórico de agressão. E eu quero dizer que as pessoas que estão envolvidas nas fotos na rede sociais não têm nada a ver. Ele está falando coisas que não são verdades. A gente está aqui para pedir justiça”, disse Jamille Cristina, tia da esposa da vítima baleada.

Sobre os homens que estiveram em frente à casa do policial fazendo fotos, a irmã de um dos suspeitos explica que eles buscavam o endereço do ex-agente de segurança para denunciá-lo à Corregedoria e à Polícia pelo tiro dado contra um membro da família.

“Essa foto que circula nas redes sociais, os meninos em cima da moto, passando em frente à casa do policial, eles passaram para pegar a numeração da casa para denunciar pelo tiro. Eles passaram, pegaram a moto e pegaram o endereço bem certinho pra levar pra policia e pra corregedoria. precisavam do endereço dele pra fazer o BO.”

Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública informa que investiga o caso. Confira a nota completa.

“A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio da 11ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e do 19º Distrito Policial (DP), investiga as circunstâncias acerca de uma ocorrência envolvendo um policial e um homem que foi baleado, registrada no último sábado (11), no bairro Canindezinho, Área Integrada de Segurança 09 (AIS 09). Na ocasião, um jovem de 19 anos foi ferido por um disparo de arma de fogo, após uma discussão com o policial civil aposentado. O ferido foi socorrido e encaminhado para uma unidade de saúde. Após o caso, o policial civil acionou equipes da unidade plantonista responsável pela região e deixou o local. As investigações sobre o fato estão em andamento.”

Confira a reportagem no Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta terça-feira (14).

TV Jangadeiro14 de agosto de 201815:46Publicado primeiro em TRIBUNA DO CEARÁ

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Hits: 20

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário