Camilo, Ciro, Cid e Eunício lideram intenções de voto no Ceará na primeira pesquisa Ibope

Camilo, Ciro, Cid e Eunício lideram intenções de voto no Ceará na primeira pesquisa Ibope

Camilo, Cid e Eunício são aliados em campanha informal nas eleições 2018. (Foto: Divulgação)

Camilo, Cid e Eunício são aliados em campanha informal nas eleições 2018. (Foto: Divulgação)

A primeira pesquisa de intenção de voto no Ceará mostra políticos tradicionais na liderança da disputa eleitoral nos cargos de presidente, governador e senador. Se as eleições fossem hoje, o governador Camilo Santana (PT) seria reeleito com 64% das intenções de voto; sem Lula (PT), Ciro Gomes (PDT) desbancaria Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede) para presidente no Estado; e Cid Gomes (PDT) e Eunício Oliveira (MDB) venceriam no Senado.

A pesquisa Ibope, contratada pela TV Verdes Mares, ouviu 1.204 eleitores, entre os dias 13 e 15 de agosto. O índice de confiança é de 95%, e a margem de erros é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. O levantamento está registrado no Tribunal Regional Eleitoral e no Tribunal Superior Eleitoral.

Governo

De acordo com a pesquisa, a eleição para governador no Ceará seria decidida em 1° turno. Na pesquisa espontânea, quando não são indicados nomes e o eleitor respondem livremente, Camilo Santana foi citado por 22% dos entrevistados. 1% dos eleitores apontaram o nome do General Theóphilo (PSDB). Nenhum outro nome foi lembrado.

Na pesquisa estimulada, Camilo chega a 64% das intenções de voto, contra 4% do General Theóphilo, 2% de Ailton Lopes (Psol), Hélio Gois (PSL) e Francisco Gonzaga (PSTU). O candidato do PCO, Mikaelton Carantino, não pontuou.

Na pergunta sobre qual candidato o eleitor não votaria de jeito nenhum, o maior índice de rejeição foi de Ailton Lopes e General Theóphilo, com 30%. Francisco Gonzada tem 29% de rejeição. Já Mikaelton e Hélio Gois chegam a 24%. Camilo Santana tem o menor índice, 17%.

Senado

As duas vagas do Senador, conforme o Ibope, seriam ocupadas por Cid Gomes (PDT) e Eunício Oliveira (MDB) se a eleição fosse hoje. Cid é ex-governador e Eunício tenta reeleição após oito anos no cargo. Depois dele, o terceiro melhor colocado foi o candidato Eduardo Girão, do Pros.

Na disputa pelo Senado, a eleição é majoritária e vencem os dois candidatos mais bem votados, independentemente de coligação.

Presidência

No Ceará, Ciro Gomes (PDT) seria o candidato mais votado, em cenário sem Lula na disputa. Com o ex-presidente petista, o PT soma 56% dos votos, contra 15% de Ciro Gomes, 9% de Jair Bolsonaro (PSL), 5% de Marina Silva, 2% de Geraldo Alckmin e 1% de Álvaro Dias (Podemos) e João Amoêdo (Novo). Cabo Daciolo (Patriota), Guilherme Boulos (Psol), Henrique Meirelles (MDB), Vera (PSTU), João Goulart Filho (PPL) e Eymael (DC) não pontuaram. Brancos somam 6% e não sabe/não respondeu, 4%.

Sem Lula, Ciro soma 39%, contra 14% de Bolsonaro, 11% de Marina Silva, 5% de Alckmin e 2% de Fernando Haddad (PT).

Tribuna do Ceará17 de agosto de 201811:46Publicado primeiro em TRIBUNA DO CEARÁ

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Hits: 9

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário