Editorial | O colorido da esperança

Editorial | O colorido da esperança

ELEIÇÕES

O povo foi a Brasília registrar a candidatura de Lula

Redação |
Registro da candidatura aconteceu no encerramento da Marcha Lula Livre e contou com mais de 50 mil pessoas
Júlia Dolce

Era um mar de gente, um mar de cores e sabores, dia 15 de agosto de 2018 não será esquecido tão cedo, uma diversidade maravilha de pessoas do norte ao sul do Brasil foram até o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em Brasília e cercaram ele, para registrar a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva a presidente do Brasil. Aproximadamente 50.000 mil pessoas, estavam presente. Esse povo chegou em marcha, puxados pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), que já estavam enfrentando, sol, chuva e frio, faziam cinco dias. Cansaço, bolhas nos pés, dores no corpo não tiravam a felicidade, a alegria de ver Lula novamente candidato. Existia uma energia de esperança que exalava da multidão, a presença de tanta gente não era só pelo Lula, era pelo sonho que de dias melhores. Dias aonde voltaremos a ter país mais justo.
Dias onde possamos estancar a volta da fome, que segundo levantamento da Ong ActionAid Brasil, divulgado em Julho, aproximadamente 12 milhoes de pessoas passam voltaram a extrema miséria e passam fome, ou seja, sobrevivem com menos de 70 reais por mês. O dado surpreende e comprova o que já vemos a olho nu pelas ruas das cidades de Pernambuco, em especial do Recife. Em dois anos, após o golpe de maio de 2016, sofremos com uma cascata de ataques a direitos e políticas. O desmonte de políticas como Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Mais Médicos, ProUni, Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), programa de Cisternas entre muitas outras, não só privam de um serviço ou atenção, mas sentenciam à miséria, quando não a morte, milhões em todo o país.
Dias aonde a justiça brasileira não seja tão imparcial e partidária, como está sendo no processo de Lula, e dias aonde essa mesma justiça não se dê um aumento de salário, em um momento de crise de desemprego, propõe aumentar os seus salários de magistrados em 16,38 %, de R$ 33,7 mil para R$ 39 mil, por mês. O aumento na remuneração dos ministros gera um “efeito cascata” nas contas de R$ 4 bilhões, considerando o executivo, legislativo, ministério público e estados da federação, essa estimativa foi feita pelas consultorias da Câmara e do Senado.
Dias de economia forte, comida para todos, pleno emprego, universidade para todos, água para todos, terra para todos, pré-sal para educação, Petrobras nas mãos do povo brasileiro, agricultura produzindo comida sem veneno, SUS forte para todos.
Dias de Lula como Presidente do Brasil!

20 de agosto de 201809:01

Via Brasil de Fato

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Hits: 14

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário