Sindicatos de trabalhadores da República Dominicana pedem a liberdade de Lula

Sindicatos de trabalhadores da República Dominicana pedem a liberdade de Lula

Apoio internacional

“Essa é nossa demanda como trabalhadores, Lula livre é um direito que corresponde à democracia”, afirmam as organizações

Redação |
Confederações sindicais dominicanas entregaram na Embaixada brasileira em Santo Domingo uma petição em defesa de Lula
Reprodução

Sindicatos de trabalhadores da República Dominicana pediram, nesta segunda-feira (20), ao governo golpista de Michel Temer (MDB) e ao Supremo Tribunal Federal (STF) a libertação do candidato à presidência do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva, que se encontra preso desde o último mês de abril.

A Central Nacional de Trabalhadores Dominicanos (CNTD), a Confederação Autônoma Sindical Classista (CASC), a Confederação Sindical Internacional (CSI) e outras organizações do país caribenho condenaram a prisão de Lula, ao mesmo tempo em que expressaram a sua solidariedade com o ex-presidente.

“Entregamos este documento de petição à Justiça do Brasil para que o companheiro Luiz Inácio Lula da Silva (…), que se encontra preso injustamente, seja posto em liberdade brevemente”, indicou um comunicado emitido pelos confederações sindicais e que foi entregue ao embaixador do Brasil na República Dominicana, Clemente Baena.

“O mundo tem visto com surpresa a arbitrariedade com a qual se manejou o processo [contra Lula], sem que se comprovado a sua implicação nos fatos que o acusam”, acrescentou o texto.

Além disso, os trabalhadores dominicanos denunciaram que foram violadas as garantias políticas e humanas de Lula para impedir sua candidatura presidencial nas eleições de outubro, “diante do revanchismo político de setores conservadores”, os quais insistem em negar os direitos sociais do povo brasileiro.

“Os direitos e a democracia no Brasil sofrem uma grave ferida, quando as manipulações políticas se impõem na consciência do sistema de Justiça, para exercer funções vinculadas a interesses particulares”, afirmaram.

“Essa é nossa demanda como trabalhadores, Lula livre é um direito que corresponde à democracia, contra a injustiça que se tem cometido ao prendê-lo de maneira abusiva”, concluiu o comunicado.

Confira o documento das entidades sindicais da República Dominicana:

21 de agosto de 201818:31

Via Brasil de Fato

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Hits: 5

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário