Ordem para triplo homicídio de policiais em Fortaleza partiu de dentro de presídio

Ordem para triplo homicídio de policiais em Fortaleza partiu de dentro de presídio

suspeitos

Seis suspeitos do triplo homicídio foram detidos. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Após três policiais militares serem assassinados nesta quinta-feira (23) e a prisão de seis suspeitos de envolvimento com o crime, o secretário de Segurança do Ceará, André Costa, falou em coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira (24). De acordo com ele, a ordem para a execução do crime partiu de dentro de presídio e o mandante foi identificado. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.

André Costa reforçou que todos os esforços das Polícias Civil e Militar foram empregados para dar uma resposta rápida à sociedade. Ele reforçou que é prática da secretaria ouvir as necessidades dos agentes de segurança e adotar medidas protetivas.

“Entre as ações, posso destacar algumas como a criação de uma delegacia específica para investigar crimes contra policiais, a única existente do país, é a 11º DP. Ela iniciou em maio do ano passado, com seis policiais, um escrivão e um delegado e quatro inspetores. E hoje ela tem o dobro desse efetivo”, comentou o secretário.

Apesar da onda de violência no Ceará, o titular da pasta diz que os números de agosto são positivos.

“Estamos com uma redução muito maior do que foi registrado nos últimos quatro meses no Ceará. E todo e qualquer homicídio a gente apura a fundo. Claro que a gente dá uma atenção especial a homicídios contra policiais. Existe um motivo pra isso. O policial, ele é o escudo que separa o bandido do cidadão de bem. Na hora que esse escudo é derrubado, a sociedade fica desguarnecida”, explicou André Costa.

O secretário ainda frisou que 10 mil pistolas devem ser adquiridas pela Secretaria de Segurança para distribuição entre policiais militares.

“Estamos trabalhando na aquisição de outras 10 mil pistolas para que assim a gente possa, nesse segundo lote, poder garantir que todo policial militar passe a ter uma arma cautelar. E dizer que essas mortes que aconteceram ontem e todas as outras, todos os policiais que perderam suas vidas aqui no Ceará, por conta desses atos criminosos e covardes, nenhuma dessas mortes, nem as de ontem, serão em vão”.

Seis suspeitos foram presos em menos de 24 horas. Fabiano Cavalcante da Silva (31), Rafael Mendes Almeida (30), Eduardo Vale de Lima (35), Lucas Olveira da Silva, Franciso Wellington Almeida da Silva (41) e Charlesson de Araújo Souza (20) executaram o crime. O mandante já foi identificado e está sendo ouvido pela polícia.

O crime

O sargento José Augusto de Lima (58 anos), o tenente Antonio Cezar Oliveira Gomes (50) e o subtenente Sanderley Cavalcante Sampaio (46), sendo somente o subtenente do serviço ativo, foram assassinados na Vila Manuel Sátiro, em Fortaleza. Um dos militares estava de folga, os outros dois eram aposentados. O crime aconteceu em um bar, na Rua São Manuel.

Acompanhe o caso.

24/8/18 – Quase 60 policiais foram assassinados nos últimos três anos no Ceará 

24/8/18 – Polícia prende três suspeitos do triplo homicídio de policiais militares em Fortaleza

23/8/18 –“Ceará vive uma guerra que caça o profissional da segurança”, lamenta Associação após morte de PMs

23/8/18 – Policial faz desabafo no local onde três militares foram assassinados

23/8/18 –Três policiais são assassinados a tiros em bar de Fortaleza

Tribuna do Ceará24 de agosto de 201812:46Publicado primeiro em TRIBUNA DO CEARÁ

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Hits: 38

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário