Bolsonaro tem 59% dos votos válidos e Haddad, 41%, na pesquisa BTG Pactual/FSB

Bolsonaro tem 59% dos votos válidos e Haddad, 41%, na pesquisa BTG Pactual/FSB

Bolsonaro e Haddad disputam presidência da República em 2° turno.

Bolsonaro e Haddad disputam presidência da República em 2° turno.

O candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) tem 59% das intenções de voto contra 41% do candidato do PT, Fernando Haddad, mostra o levantamento da FSB contratado pelo banco BTG Pactual. Os percentuais se referem aos votos válidos, nos quais são excluídos brancos, nulos e indecisos. A pesquisa foi divulgada nesta segunda-feira (15).

Nas intenções de voto totais, o militar soma 51% contra 35% de Haddad. Votos em branco e pessoas que não escolhem nenhum dos candidatos somam 11%. Não sabem ou não responderam são 3%.

A pesquisa foi realizada nos dias 13 e 14 de outubro, por telefone, com 2.000 eleitores nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 p.p. e o intervalo de confiança é de 95%. O registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR-07950/2018.

Essa é a primeira pesquisa BTG Pactual/FSB no segundo turno. Os números não são comparáveis, mas o Datafolha divulgado na quarta-feira (10) mostrou Bolsonaro com 49% e Haddad com 36% nos votos totais.

Rejeição

O levantamento também mediu a rejeição dos candidatos. Quando questionados em que não votariam de jeito nenhum, Fernando Haddad foi o mais indicado. O petista tem 53% de rejeição, contra 38% de Bolsonaro.

A pesquisa perguntou aos eleitores as razões do voto no segundo turno. 84% disseram que votam em Bolsonaro porque consideram o militar a melhor opção, contra 78% dos que consideram Haddad como a melhor opção.

10% dos eleitores de Bolsonaro alegaram votar o candidato do PSL para impedir a vitória do adversário, Fernando Haddad. Do lado do PT, 15% disseram votar para impedir a vitória de Bolsonaro. Não sabem as razões ou não responderam são 6% de Bolsonaro e 7% de Haddad.

Apoio dos candidatos

A FSB perguntou aos eleitores se o apoio de outros candidatos à presidência em 2018 aumenta ou diminui a vontade de votar em um dos candidato do 2° turno.

O terceiro colocado, Ciro Gomes (PDT), tem melhor conversão de apoio. 29% dos entrevistados disseram que o apoio de Ciro aumenta as chances de voto, e 22% disseram que diminui.

A ex-candidata da Rede, Marina Silva, teve o pior desempenho. 34% dos eleitores disseram que o apoio de Marina “diminui” o interesse de voto

Em relação aos outros candidatos, o desempenho foi mais negativo que positivo.

Ciro Gomes (PDT)
29% – aumenta
42% – não aumenta, nem diminui
22% – diminui

João Amoêdo (NOVO)
23% – aumenta
40% – não aumenta, nem diminui
26% – diminui

Geraldo Alckmin (PSDB)
19% – aumenta
45% – não aumenta, nem diminui
28% – diminui

Alvaro Dias (Podemos)
18% – aumenta
45% – não aumenta, nem diminui
27% – diminui

Henrique Meirelles (MDB)
17% – aumenta
45% – não aumenta, nem diminui
28% – diminui

Marina Silva (Rede)
15% – aumenta
43% – não aumenta, nem diminui
34% – diminui

Tribuna do Ceará15 de October de 201810:48Publicado primeiro em TRIBUNA DO CEARÁ

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Hits: 26

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário