Menina de 11 anos é estuprada por detento quando visitava pai em presídio de Itaitinga

Menina de 11 anos é estuprada por detento quando visitava pai em presídio de Itaitinga

Fachada da CPPL V

O crime aconteceu na tarde deste sábado (13) (Foto: Reprodução/Barra Pesada/TV Jangadeiro)

Uma menina de 11 anos foi estuprada por um detento enquanto visitava o pai na Casa de Privação Provisória de Liberdade V (CPPL V), no município de Itaitinga, na Grande Fortaleza. O crime aconteceu na tarde deste sábado (13).

De acordo com a mãe da vítima, que optou por não se identificar, a menina saiu da cela acompanhada pelo pai quando foi raptada por outro detento. O crime foi registrado na Delegacia Metropolitana do Eusébio.

De acordo com a mãe da vítima, a criança havia pedido ao pai, detento da unidade, para escrever o nome da professora em um presente que daria nesta semana. Ao sair acompanhada, a menina de 11 anos foi raptada por outro preso durante um “descuido do pai”.

“Ela (criança) voltou para a cela assustada e disse que nunca mais iria voltar porque um homem pegou nas partes íntimas dela”, relatou a mãe. Logo em seguida, a mulher viu que a calcinha da criança estava suja de sangue, constatando a ocorrência do crime.

O presidente do Conselho Penitenciário do Estado do Ceará (Copen), Cláudio Justa, afirma que esse tipo de ocorrência não é comum dentro das unidades prisionais. Segundo ele, os detentos, de um modo geral, respeitam o momento de visitas. Portanto, mesmo com a vulnerabilidade da segurança, esses tipos de crime não ocorrem.

“É algo surpreendente, mas o Estado não pode depender da boa vontade dos internos. Aquele ambiente deve garantir a segurança”, ressalta.

Entretanto, Justa ressalta que o baixo efetivo de agentes penitenciários e a superlotação de prisioneiros tornam a segurança do equipamento vulnerável. O responsável pelo crime foi transferido para outra unidade para não ser “justiçado” por outros internos. “Os presos exigem a entrega do detento para fazer justiça, mas isso é algo inconcebível para o Estado”, frisou.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que o crime foi registrado na Delegacia Metropolitana de Eusébio, no último sábado (13). O Tribuna do Ceará aguarda nota da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado do Ceará (SEJUS) para saber mais detalhes sobre o caso.

Confira o caso no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta segunda-feira (15).

TV Jangadeiro15 de October de 201811:07Publicado primeiro em TRIBUNA DO CEARÁ

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Hits: 22

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário