Após 6 meses de trabalho, Moro decide sair de férias

BRASIL

Após 6 meses de trabalho, Moro decide sair de férias

Brasil acima de tudo

Ministro da Justiça vai se afastar do cargo na próxima semana para “tratar de assuntos pessoais”, segundo Diário Oficial

Redação |
O ministro Sérgio Moro durante evento em Brasília na semana passada
Marcelo Camargo | Agência Brasil

O Diário Oficial da União publicou nesta segunda-feira (8) um despacho da Presidência da República comunicando o afastamento do cargo do ministro Sérgio Moro da Justiça, da Justiça, entre os dias 15 e 19 de julho.

Segundo o despacho, o período, que compreende de segunda a sexta-feira da próxima semana, servirá para Moro “tratar de assuntos particulares”. Segundo a assessoria do Ministério, ele sairá de férias, embora tenha apenas seis meses de trabalho.

“Esclarece-se que o afastamento, sem vencimentos, acontece nos termos do artigo 81, VI, da Lei 8112/90. O ministro estará de férias e o secretário-executivo Luiz Pontel responderá interinamente pelo ministério no período”, diz o comunicado da assessoria.

O pedido de afastamento ocorre um mês após o início da série de reportagens do Intercept Brasil sobre os diálogos que revelam o conluio entre Moro e procuradores da Lava Jato para apressar ou retardar investigações, produzir condenações sem provas e interferir em depoimentos, entre outras ilegalidades, de acordo com os interesses políticos do grupo.

8 de July de 201912:21


Publicado Primeiro em Brasil de Fato

Hits: 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *