BNDES antecipa devolução de R$ 30 bilhões ao Tesouro

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BNDES antecipa devolução de R$ 30 bilhões ao Tesouro

Com o pagamento feito ontem (20) ao Tesouro Nacional de parcela adicional antecipada no valor de R$ 30 bilhões, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) concluiu a programação de liquidação antecipada prevista para este ano, relativa a contratos firmados entre a instituição e a União, no valor de R$ 130 bilhões.

O anúncio foi feito hoje (21) pelo presidente da instituição, Dyogo Oliveira. Para 2019, a meta é devolver ao Tesouro mais R$ 26 bilhões.

Desde dezembro de 2015, o BNDES já liquidou R$ 310 bilhões de dívidas com a União, contribuindo com o equivalente a cinco pontos percentuais do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país) para a redução da dívida bruta, desde aquela data.

Os recursos devolvidos não podem ser usados para aumento das despesas primárias do governo, entre as quais investimentos e despesa de pessoal. Eles só podem ser utilizados pela União para abatimento da dívida pública, conforme foi definido pelo Tribunal de Contas da União (TCU), em 2016. 

Com o pagamento feito ontem (20) ao Tesouro Nacional de parcela adicional antecipada no valor de R$ 30 bilhões, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) concluiu a programação de liquidação antecipada prevista para este ano, relativa a contratos firmados entre a instituição e a União, no valor de R$ 130 bilhões.

O anúncio foi feito hoje (21) pelo presidente da instituição, Dyogo Oliveira. Para 2019, a meta é devolver ao Tesouro mais R$ 26 bilhões.

Desde dezembro de 2015, o BNDES já liquidou R$ 310 bilhões de dívidas com a União, contribuindo com o equivalente a cinco pontos percentuais do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país) para a redução da dívida bruta, desde aquela data.

Os recursos devolvidos não podem ser usados para aumento das despesas primárias do governo, entre as quais investimentos e despesa de pessoal. Eles só podem ser utilizados pela União para abatimento da dívida pública, conforme foi definido pelo Tribunal de Contas da União (TCU), em 2016. 

Alana Gandra – Repórter da Agência Brasilhttp://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2018-08/bndes-antecipa-devolucao-de-r-30-bilhoes-ao-tesouroPublicado primeiro em EBC ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Hits: 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *