Cadeia onde presos foram mortos estava superlotada: com 84 detentos em 5 celas

GERAL

Cadeia onde presos foram mortos estava superlotada: com 84 detentos em 5 celas

Após o massacre, presos foram transferidos (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Após o massacre, presos foram transferidos (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Em uma coletiva realizada na tarde desta sexta-feira (2), a Polícia Civil afirmou que as duas armas que entraram na cadeia publica de Itapajé e foram usadas na execução de 10 presos teriam sido levadas por uma menor de idade.

Segundo a investigação, a jovem teria conseguido entregar o armamento nas mãos de um detento na noite anterior ao conflito, sem qualquer conhecimento do agente penitenciário que estava no plantão.

A cadeia estava com 84 presos divididos em cinco celas. Depois do massacre, 46 presos foram transferidos. As mortes aconteceram na manhã da última segunda-feira (29) na cadeia pública de Itapajé. Além dos 10 mortos, vários detentos ficaram feridos.

Relembre o caso

O conflito entre facções criminosas resultou em 10 mortes na cadeia. Segundo o presidente do Conselho Penitenciário do Estado do Ceará, Cláudio Justa, o ataque foi uma resposta do Comando Vermelho (CV) contra a chacina de Cajazeiras na madrugada de sábado (27). Os detentos foram mortos com armas brancas e armas de fogo.

Com informações da TV Jangadeiro/SBT.

Tribuna do Ceará2 de Fevereiro de 201820:30

Hits: 0

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *