Ceará atinge 3º dia de onda de terror com ataques a ônibus e prédios públicos e privados

GERAL

Ceará atinge 3º dia de onda de terror com ataques a ônibus e prédios públicos e privados

prédios públicos e privados foram atingidos

Foram registrados ataques no interior do Estado. Prefeituras e empresas privadas foram alvos (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Tensão e medo no terceiro dia seguido de ataques na Região Metropolitana de Fortaleza e no interior do Estado. Nas últimas 24 horas, criminosos atacaram ônibus de prefeituras, agências bancárias, delegacias e prédios públicos e privados. Houve também uma tentativa de explosão a um viaduto, no bairro Messejana, em Fortaleza, mas o artefato foi recolhido pela polícia.

Pelo menos 12 ataques foram registrados desde a noite desta quinta (3) até a manhã desta sexta (4). Os crimes iniciaram na noite desta quarta-feira (2).

O Tribuna do Ceará aguarda da Secretaria de Segurança Pública a contagem total do número atualizado de ataques nos três dias da onda de terror, além do número de presos e de feridos. Até esta quinta-feira (3), eram 11 os presos por suspeita de participar dos ataques.

Os atentados se estenderam aos municípios do interior do Estado neste segundo e terceiro dias. No município de Morada Nova, a 167 km de Fortaleza, nove ônibus foram incendiados no pátio da Autarquia Municipal de Trânsito (AMT). Aparentemente, os veículos ficaram totalmente destruídos, mas isso ainda não foi confirmado.

Os criminosos também agiram no município Piquet Carneiro, a 301 km de Fortaleza. Um ônibus escolar e dois caminhões particulares foram alvos dos ataques. Duas pessoas ficaram feridas e encaminhadas para atendimento médico, em Fortaleza.

Outros crimes também foram registrados nas últimas 24 horas. Confira abaixo os ataques apurados pelo Sistema Jangadeiro, ocorridos na noite desta quinta-feira (3) e madrugada desta sexta-feira (4).

Coletivos incendiados

Um ônibus de uma empresa privada foi incendiado no bairro Dom Lustosa, em Fortaleza, na rua Santa Filomena, nesta quinta-feira (3). Segundo o motorista do veículo, três homens abordaram o coletivo e o obrigaram a descer. Logo em seguida, atearam fogo.

A garagem da empresa Transcetur, no município de Pacajus, também foi alvo dos criminosos. Ao todo, sete ônibus foram queimados.

Um ônibus da Prefeitura de Jaguaruana ficou destruído após ser incendiado por criminosos. Dois homens em uma moto tentaram atear fogo em veículos apreendidos no 8º Distrito Policial. A dupla jogou gasolina nos veículos, mas polícia percebeu a movimentação e impediu o incêndio.

Artefatos explosivos

A polícia prendeu também um artefato explosivo na Barra do Ceará durante um blitz no cruzamento das avenida Francisco Sá e Coronel Carvalho. Três pessoas foram detidas. Entretanto, uma bomba foi detonada ao lado do 27 Distrito Policial, no bairro João XXIII. Outro explosivo foi encontrado no viaduto da avenida Washington Soares, no bairro Messejana.

Ataques a prédios públicos e privados

Prédios públicos e privados foram também alvos de bandidos. As cabines dos fiscais do Sindiônibus foram incendiadas no Centro de Fortaleza. Na avenida Santos Dumont, seis veículos foram incendiados em uma concessionária de carros. Seis homens abordaram os funcionários da empresa e atearam fogo no estabelecimento.

Uma agência da Caixa Econômica Federal ficou destruída após ser incendiada por criminosos, no município de Maracanaú, no bairro Pajuçara.

O Tribuna do Ceará aguarda nota para a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) para a confirmação dos casos e mais informações sobre os ataques.

Confira a cobertura sobre o caso:

4/1 – “Declaração do secretário sobre mudanças em presídios instigou ataques”, avalia especialista

3/1 – Dia de caos: veja resumo dos ataques criminosos registrados no Ceará

3/1 – Viaduto que corre risco de desabar após ataque criminoso passa por operação emergencial

3/1 – Casal de idosos e motorista ficam feridos após ataque a ônibus 

3/1 – Camilo Santana pede apoio da Força Nacional e do Exército após ataques no Ceará 

3/1 – “Pensei que era um meteoro”, diz moradora após explosão em viaduto de Caucaia

3/1 – Secretário opta por não comentar ataques registrados um dia após anunciar mudanças em presídios 

3/1 – Polícia prende 9 suspeitos de envolvimento na onda de ataques na Grande Fortaleza

3/1 – Cartas espalhadas em viaduto atacado ameaçam Governo por mudanças no sistema prisional 

3/1 – Ônibus de Fortaleza vão circular normalmente mesmo após ataques, garante Sindionibus

3/1 – General Theophilo oferece intervenção federal após ataques no Ceará: “Está na mão do governador”

3/1 – Grande Fortaleza sofre onda de ataques um dia após secretário anunciar fim da divisão de facções em presídios

2/1 – “Haverá matança, se juntar detentos de facções diferentes no mesmo presídio”, alerta Copen

2/1 – Novo secretário promete fim da divisão de presídios por facções no Ceará

Tribuna do Ceará4 de January de 201911:24Publicado primeiro em TRIBUNA DO CEARÁ

Hits: 12

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *