Família pernambucana morta em tiroteio voltava do aeroporto com parentes

GERAL

Família pernambucana morta em tiroteio voltava do aeroporto com parentes

Cinco pessoas da mesma família foram mortas durante tentativa de assalto a banco na cidade de Milagres (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Cinco pessoas da mesma família foram mortas durante tentativa de assalto a banco na cidade de Milagres (FOTO: Reprodução/ Facebook)

A família morta após ser feita de escudo humano em tentativa de assalto a banco no Ceará estava a caminho da cidade de Serra Talhada, interior de Pernambuco.

O caso aconteceu nesta sexta-feira (7) no município de Milagres, região do Cariri, 487 km de Fortaleza. Doze pessoas morreram, sendo seis reféns.

O empresário João Batista de Sousa Magalhães, de 46 anos, e o filho, Vinícius Magalhães, 14 anos, estavam no Ceará para buscar parentes no Aeroporto de Juazeiro do Norte.

Quando o crime aconteceu, João Batista e Vinícius já estavam voltando de carro junto aos parentes (casal e um filho), que desembarcaram de um voo com origem em São Paulo. A família teria sido feita de escudo humano durante o confronto entre bandidos e polícia.

Segundo entrevista concedida ao Site Miséria, o amigo da família, Mário Olímpio, comentou que o empresário teria saído por volta de 10h da cidade de Serra Talhada com destino ao Ceará.

Magalhães era bastante conhecido na região pernambucana. A comerciante Eliane, que possui um comércio ao lado da loja de informática, afirmou que os moradores estão chocados com o ocorrido. “Estamos todos sem acreditar. Ele era muito conhecido por aqui, estamos em choque. Mataram ele e a família quase toda”, relata a comerciante. A família será velada na Funerária Bezerra de Melo, de Serra Talhada.

Tribuna do Ceará não conseguiu confirmar os nomes das três últimas vítimas nem o do sexto refém morto, que seria o motorista de Brejo Santo, no Ceará, e teve o caminhão utilizado para bloquear a via de acesso a Milagres no ataque aos bancos.

Palavras do governador

O governador Camilo Santana (PT) enalteceu a ação da Polícia Militar que resultou em 12 mortos no município de Milagres, sendo seis bandidos e seis reféns, ao frustrar ataque a banco. “O fato é que eles estavam preparados para assaltarem dois bancos e não conseguiram assaltar nenhum”, declarou o petista, em entrevista coletiva na tarde desta sexta, em Fortaleza.

Na entrevista, o governador levantou a hipótese de que as vítimas não fossem reféns, e disse que é necessário aguardar as investigações antes que seja feito algum julgamento do trabalho policial. “É estranho um refém de madrugada em um banco”, questionou Camilo.

Em nota oficial mais cedo, porém, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) reconheceu que seis reféns foram mortos na operação policial. Nenhum nome foi divulgado, nem das vítimas e nem dos criminosos.

Tentativa de assalto 

Testemunhas afirmaram que o intenso tiroteio durou cerca de 20 minutos na cidade de Milagres durante a madrugada desta sexta-feira (7). A quadrilha foi surpreendida por policiais no momento da ação. Além das cinco pessoas da mesma família, também foi morto e feito refém um homem que não foi identificado.

Antes de chegarem ao banco, os bandidos teriam roubado um caminhão e utilizado o veículo para interditar as vias que dão acesso ao município.

Após o assalto, dois suspeitos tentaram fugir para zona rural da cidade, mas foram surpreendidos pela polícia. Ao perceberem a chegada dos policiais, eles invadiram a casa de um morador da região. Na tarde desta sexta-feira, um terceiro suspeito foi preso em um posto de combustível localizado a 3 km da sede do município de Milagres.

Acompanhe o caso:

Ceará já registra 47 bancos, caixas eletrônicos e carros-forte atacados em 2018

“Apuração será imparcial”, promete secretário de Segurança após mortes de 6 reféns em operação policial

Na fuga em Milagres, bandido invadiu casa, deitou na cama de criança e se escondeu com lençol

Tentativa de assalto a banco em Milagres deixa 12 mortos, dentre eles pessoas de uma mesma família

Tribuna do Ceará7 de December de 201817:53Publicado primeiro em TRIBUNA DO CEARÁ

Hits: 18

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *