Gauchão Feminino 2019: Conheça os times na disputa e saiba como assistir

BRASIL

Gauchão Feminino 2019: Conheça os times na disputa e saiba como assistir

FUTEBOL

Seis clubes disputam a competição que tem como atual campeão o Grêmio, que venceu o Inter nos pênaltis em 2018

Marcelo Ferreira |
Dupla GreNal tem os times femininos melhores estruturados no RS
Foto: Lucas Uebel – Grêmio FBPA

O Campeonato Gaúcho de Futebol Feminino está na sua 22º edição. Apesar disso, falta de investimentos dos clubes e de patrocínios seguem sendo a realidade das gurias. Mas nem por isso elas deixam de competir e mostrar que futebol também é coisa de mulher, e o fazem mais com garra do que com estrutura. 

Na primeira fase do campeonato, que iniciou em agosto, os clubes se enfrentam em turno e returno. Os quatro melhores clubes classificados passam para as fases de semifinal e final, disputadas em jogos únicos. A grande decisão pelo título, marcada para 8 de dezembro, será disputada em Ijuí, no Estádio 19 de Outubro.

Antes organizado pela Associação Gaúcha de Futebol Feminino, o Gauchão Feminino está em seu segundo ano sob promoção da Federação Gaúcha de Futebol (FGF). A modalidade recebeu um incentivo maior em 2019, com a obrigatoriedade dos clubes masculinos da Série A do Campeonato Brasileiro terem equipes femininas adulta e de base disputando ao menos um campeonato oficial. 

Saiba quais são os clubes que disputam o Gauchão Feminino 2019 

Grêmio – As gremistas estão na busca pelo bicampeonato, sob o comando da técnica Patrícia Gusmão. Karina, com 37 anos, é a capitã e artilheira do clube no ano. A goleira Lorena e a meia Katrine já passaram pela seleção brasileira e também são destaques. Recentemente, reforçaram a equipe a atacante Karol Lins, campeã da Libertadores e bicampeã da Copa do Brasil, e a zagueira Ana Aline, que também passou pela seleção. As 26 jogadoras do elenco exercem apenas a função de atleta. Os jogos das gurias gremistas são realizados do estádio Vieirão, em Gravataí.

Internacional – As gurias coloradas estão entre as favoritas para levar o caneco. No elenco, a lateral-direita Fabi Simões e a zagueira Bruna Benites trazem a experiência de duas Olimpíadas e duas Copas do Mundo. Recentemente, o clube buscou de reforço a goleira Camila, de 18 anos, que defendia a Chapecoense. Todas no elenco colorado exercem apenas função de atleta. Exceto eventualmente, quando o Beira-Rio está disponível e recebe as gurias, os jogos são realizados no estádio da PUC-RS, em Porto Alegre.

Atlântico – Depois de ficar um ano parada, a equipe do Atlântico de Erechim, que tem grande tradição no futsal, volta com tudo de olho na classificação. Das 35 atletas inscritas na competição, a atacante com passagem pelo Grêmio, Caroline Dalazen, foi cortada por lesão. Os destaques do time, são a goleira Ana Tedesco, que já defendeu a seleção brasileira, e a meia Tupã, com sua boa visão de campo. As gurias de Erechim utilizam as dependências do clube Atlântico para treinos e jogos.

Brasil de Farroupilha – Depois de terminar 2018 em quarto lugar no Gauchão, o Brasil de Farroupilha chegou na competição com poucas mudanças. São 36 atletas, a maioria vinda do futsal, entre as quais se destacam a experiente goleira Gil e a dupla de ataque Tuca e Paty.  As gurias da Serra gaúcha têm à sua disposição o estádio das Castanheiras para treinamentos e partidas, porém a maioria delas estuda ou exerce atividades profissionais paralelas.

João Emílio – Ao lado do Inter, o João Emílio é um dos únicos clubes que disputam as quatro categorias do futebol feminino no Rio Grande do Sul. Devido à pequena estrutura, as gurias do time de Candiota, no Sul do Estado, realizam poucos treinos. Elas utilizam o estádio municipal Tarumã. O time vem buscando reforços para a equipe em diversos municípios da região e também qualificando sua comissão técnica para disputar uma vaga na semifinal. Os destaques do time são a goleira Kailane, a zagueira Bia e a meia Helena.

Oriente – O clube de Canoas conta com equipe feminina totalmente amadora. Sem elenco profissional, por vezes as 27 atletas precisam treinar em campos de futebol sete alugados. As Feras do Oriente são de diferentes municípios, o que também dificulta a logística de treinos e partidas. Além disso, todas exercem outras atividades profissionais. Entre os destaques da equipe está a experiente capitã Shirlei. Os jogos são no estádio dos Eucaliptos, em Canoas.

Transmissão pela TV 

A Copa do Mundo de Futebol Feminino mostrou a força comercial da modalidade no Brasil, batendo recordes de audiência no país. Agora, os jogos do Campeonato Gaúcho de Futebol Feminino de 2019 também podem ser assistidos na TV. No início de setembro, a RDCTV fechou contrato com a FGF para a transmissão do torneio. O primeiro jogo transmitido foi o GreNal de 22 de setembro, em que o Inter goleou o Grêmio por 4 a 0. As transmissões são pelo site rdctv.com.br

Ranking das campeãs gaúchas 

6 títulos – Internacional

3 títulos – Grêmio, Canoas, Juventude

1 título – Onze Unidos, Atlântico, Tapejarense, Flores da Cunha, Torrense, Pelotas

7 de October de 201912:05


Publicado Primeiro em Brasil de Fato

Hits: 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *