No Recife, comunicadores e comunicadoras populares se unem na luta pela democracia

BRASIL

No Recife, comunicadores e comunicadoras populares se unem na luta pela democracia

Eleições

A atividade reuniu cerca de 100 pessoas

Maria de Fátima |
Foram quase uma centena de comunicadores e comunicadoras populares comprometidos com a luta em defesa da democracia
Catarina de Angola

Aconteceu no Recife, na última terça-feira (16), a Plenária “Comunicação Popular contra o Fascismo”, que reuniu comunicadoras e comunicadores populares. A proposta foi fortalecer a disputa da narrativa, com a perspectiva de construir pontes e estratégias coletivas, em todas as linguagens, para fomentar a luta em favor da democracia.

Paulo Mansan, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), diz que é importante não desanimar e travar resistência frente a onda de conservadorismo, manifestações de ódio e proliferação de notícias falsas que vem acontecendo, para Mansan comunicação tem um papel central nessa batalha e mais que defender Haddad é uma questão de defender vidas, “muito mais que o PT, é por nós, é pela diversidade, é pela liberdade e é para que se consiga um país sem intolerância” disse.

Sheila Oliveira, integrante da direção nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), ressalta que é fundamental a unidade em uma luta ampla em defesa de um projeto de país e afirma que é necessária uma constante cobrança para que haja debate entre os presidenciáveis “é muito importante que a gente provoque o debate, quem não quiser debater o país, não merece governar o país” disse. 

Na atividade estiveram presentes profissionais da fotografia, audiovisual, designers, jornalistas, artistas, radialistas, foram quase uma centena de comunicadores e comunicadoras populares comprometidos com a luta em defesa da democracia

17 de October de 201811:41

Via Brasil de Fato

Hits: 8

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *