PAPO ESPORTIVO | Alguns pitacos sobre o árbitro de vídeo

BRASIL

PAPO ESPORTIVO | Alguns pitacos sobre o árbitro de vídeo

Papo Esportivo

O árbitro de vídeo pode sim tornar o jogo mais justo

|
O VAR será utilizado em todas as partidas do Brasileirão 2019
Matheus Meyohas / CBF

O Campeonato Brasileiro de 2019 começa neste final de semana com novidades. Além da mudança nas regras do futebol (lances de bola na mão, substituições e posicionamento do goleiro na hora do pênalti), teremos a presença do árbitro de vídeo. E como vocês devem ter acompanhado nas finais do Campeonato Carioca, o uso da tecnologia no futebol acabou se transformando num dos assuntos mais comentados nesses últimos meses.

Sou sim favorável à utilização do VAR (do inglês Video Assistant Referee). Se temos como deixar as decisões mais justas, não vejo por que não utilizar o recurso em competições importantes. Mas nem tudo são flores. Aqui vão alguns pitacos sobre o tão criticado e achincalhado árbitro de vídeo:

1) De nada adianta usar a tecnologia no futebol se os árbitros continuarem utilizando o recurso como bengala para se livrarem de decisões importantes. O que teve de gente “tirando o seu da reta” foi uma barbaridade.

2) O protocolo do VAR deve ser muito claro. Esclarecer os momentos em que o árbitro poderá consultar o vídeo é de suma importância para evitarmos polêmicas desnecessárias.

3) O VAR não garante cem por cento de acertos. É preciso lembrar que quem opera o vídeo também é humano e que boa parte das decisões da arbitragem partem da interpretação de quem está ali naquele momento.

4) De nada vai adiantar ter cinco mil câmeras em campo se os homens do apito não souberem como aplicar as regras do futebol. Estudo e trabalho nunca é demais.

5) Ao mesmo tempo, é preciso que CBF, CONMEBOL e afins deem condições para que os árbitros trabalhem. Sim, eles também são profissionais e não podem ficar expostos aos “leões” como geralmente acontece.

6) As conversas entre o VAR e o árbitro não podem ser confidenciais. Até para que não se levantem aquelas famosas “teorias da conspiração” descabidas como geralmente acontece no Brasileirão.

7) A polêmica no futebol nunca vai acabar como dizem alguns. Bastou que o VAR não fosse utilizado da maneira correta para que todo mundo falasse sobre o assunto. Polêmicas vêm e vão. A vida é assim.

O árbitro de vídeo pode sim tornar o jogo mais justo e facilitar a vida de quem apita jogos importantes. Lógico que ele ainda precisa de ajustes. Mas podem ter a certeza de que é muito melhor ver a justiça se fazendo presente do que ver seu time perder um campeonato com um gol ilegal. Não é?

CURTINHAS

A derrota de virada para a LDU foi um soco no estômago do Flamengo. O time tinha totais condições de sair de Quito com a classificação assegurada na Libertadores. Agora é mais dor, ranger de dentes e sofrimento na última rodada.

O Vasco até que mostrou que tem time para não fazer feio no Brasileirão. Faltou aquele “algo mais” diante do Santos. Só espero que a eliminação na Copa do Brasil sirva de lição para todos lá pelos lados de São Januário.

O Fluminense encara o Santa Cruz em ótimas condições para confirmar a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil. Se jogar o que sabe, consegue a vaga nas oitavas de final e já vira a chave para a estreia no Brasileirão contra o Goiás.

Eu sinceramente não sei o que esperar do Botafogo. A única mudança até o momento foi a chegada de Eduardo Barroca. Nada sobre o saneamento das finanças, nada sobre reforços, nada sobre nada. Esse Brasileirão vai ser bem longo…

Grande abraço e até a próxima!

25 de April de 201910:00


Publicado Primeiro em Brasil de Fato

Hits: 5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *