Passagens de trens da grande JP receberam hoje (06), reajuste que chegarão a 400%

BRASIL

Passagens de trens da grande JP receberam hoje (06), reajuste que chegarão a 400%

AUMENTO ABUSIVO

Aumento será gradativo e chegará a R$ 2,00 em março de 2020

Redação BdF |
Prédio da CBTU – João Pessoa – cerca de 10mil pessoas transitam por dia
Foto: Walla Santos

A Justiça Federal em Brasília autorizou a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) a aumentar as passagens em até 400% em João Pessoa. A passagem, que até sábado (04) custava  R$ 0,50 passou para R$ 0,70 na segunda, dia  06/05; em 06/07 vai para  R$ 1,00; 07/09 vai para R$ 1,25; a partir do dia 02/11 custará R$ 1,50; no dia 05/01/2020 – R$ 1,75; e finaliza no dia 07/03/2020 em R$ 2,00.
A decisão foi proferida pelo desembargador Carlos Moreira Alves, que é presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) de Brasília. 
No despacho, o desembargador argumenta que sem aumento da tarifa, a CBTU vem acumulando prejuízos ano após ano. Segundo ele esses prejuízos, forçam a população de outras cidades e estados a pagar pela operação do sistema.
José Cleofas, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias no Estado da Paraíba (Sintefep) atribui ao governo Bolsonaro a falta de entendimento do que seja a tarifa social aplicada aos trens urbanos: “a gente está preocupado porque isso é um processo para a privatização. O governo não quer respeitar que esta é uma tarifa social. Quem usa esse trem é a população de baixíssima renda. São pedreiros, comerciantes, empregadas domésticas. O governo Bolsonaro não tem nenhum apreço pelos pobres, então demandou que a justiça federal aumentasse os preços e daí, a classe empresarial já fica de olho para assumir a concessão do serviço. O governo Bolsonaro autoriza e torna mais atrativo para empresários do transporte tomarem de conta”, explica Cleofas.

6 de May de 201914:51


Publicado Primeiro em Brasil de Fato

Hits: 6

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *