Profissionais do Mais Médicos anunciam paralisação no dia  8 em São Paulo

BRASIL

Profissionais do Mais Médicos anunciam paralisação no dia  8 em São Paulo

Saúde

Prefeitura da cidade não renovou contratos de cerca de 50 médicos do programa

Redação |
Médicos pedem um posicionamento da prefeitura de São Paulo
Karina Zambrana/ASCOM

Profissionais do programa Mais Médicos, que atuam em Unidades Básicas de Saúde (UBSs) na cidade de São Paulo, vão paralisar os atendimentos na próxima quarta-feira (8). Os médicos pedem um posicionamento da prefeitura em relação à renovação de cerca de 50 contratos. 
Em carta aberta à população, os profissionais afirmam que, até o momento, a administração municipal não deu “nenhuma resposta concreta”.
Eline Ethel é uma das trabalhadoras do programa. Segundo a médica, “a prefeitura não está demonstrando interesse em renovar os contratos. Isso gera muita angústia principalmente nos pacientes”. Segundo ela, os médicos que participam do programa realizam 8 mil atendimentos por mês em São Paulo.
“No dia 8 de maio vamos fazer uma paralisação para pedir uma resposta para podermos falar com nossos pacientes”, explica. Os profissionais atuam na atenção básica e na estratégia de atendimento à família. 
De acordo com o Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp), a não renovação dos profissionais pode piorar o atendimento na cidade, tendo em vista que “o quadro de profissionais já é deficitário na Atenção Primária à Saúde (APS)”. A entidade destaca ainda que “a população não pode arcar com o ônus de não ter esses profissionais. Caso os contratos não sejam renovados, os moradores das periferias serão os mais prejudicados”.
A paralisação dos profissionais do programa Mais Médicos será realizada na próxima quarta-feira, dia 8 de maio, quando ocorrerá um ato em frente à Secretaria da Saúde, às 9h.

4 de May de 201912:50


Publicado Primeiro em Brasil de Fato

Hits: 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *