Reajuste de 12,13% da Sanepar está muito acima da inflação, avalia DIEESE

BRASIL

Reajuste de 12,13% da Sanepar está muito acima da inflação, avalia DIEESE

Água não é mercadoria

Paranaenses vão pagar água e esgoto mais caros

Manoel Ramires |
Ratinho argumenta que aumento é uma questão técnica.
Arnaldo Alves / ANPr

A Agência Reguladora do Paraná (Agepar), autorizou a Sanepar a aumentar a tarifa de água no estado em 12,13%. O anúncio ocorreu no último dia 15, inclusive com um comunicado aos acionistas e ao mercado financeiro. Há dias, o governador Ratinho Júnior (PSD) tem afirmado que pretendia aumentar o preço, argumentando que era uma questão técnica. Contudo, para o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioecônomicos (DIEESE), o aumento só beneficia os acionistas e prejudica os consumidores.

Na avaliação dos economistas, os acionistas passaram a ganhar muito mais, não somente pela evolução significativa do lucro líquido, mas também pelo aumento do percentual do lucro destinado aos acionistas que passou de 25% para 50% na forma de dividendos complementares já a partir de 2011.

“Em consequência desta política foram distribuídos em dividendos o montante de cerca de R$ 2 bilhões no período de 2011 a 2018, que em 2018 representou 41,15% do total dos investimentos realizados pela empresa (R$ 1,030 bilhão), percentual este que se manteve acima de 20% entre 2011 e 2018, que na média do período foi de 32,06% e que era de 9,37% em 2010”, esclarece o DIEESE.

Semeando o lucro

A política de prestigiar o mercado financeiro adotada no governo de Beto Richa (PSDB) e mantida por seu ex-secretário e atual governador, Ratinho Júnior, tem agradado a Bolsa de Valores. Após o anúncio do reajuste, as ações da Sanepar valorizaram 4,96% na terça-feira (16), com papéis sendo negociados a R$ 81,29.

Essa tônica da empresa tem sido um verdadeiro cano de lucros para os acionistas, nas contas do DIEESE. “Considerando o ano de 2018, na comparação com 2010, observamos que o Lucro Líquido da empresa cresceu 558,61%, saltando de R$ 135,5 milhões para R$ 892,5 milhões, a Receita Operacional líquida aumentou 181,18%, passando de R$ 1,480 bilhão R$ 4,162 bilhões, e por fim, os dividendos distribuídos para os acionistas cresceram 1.039,25%!, saindo de R$ 37,2 milhões para R$ 423,8 milhões. Entre 2011 e 2018, o IPCA (IBGE) teve uma variação acumulada de 59,60%”.

Torneira vazia

Por escolha do Governo do Paraná, a população tem subsidiado o lucro enquanto fica com o bolso a conta-gotas. Para o DIEESE, os reajustes não se justificam no atual cenário. “Observamos que desde 2011 as tarifas de água e esgoto da Sanepar tem subido muito acima da inflação, aumentos estes que foram mais do que suficientes para recuperar a defasagem tarifária do período iniciado em 2005, quando as tarifas da empresa ficaram congeladas”, resgata.

Além do custo crescente para os consumidores, a Sanepar tem adotado a política de torneira fechada para seus funcionários. O estudo do DIEESE destaca que nenhuma categoria de trabalhadores, nem mesmo os próprios trabalhadores da Sanepar tiveram seus salários reajustados de modo tão expressivo. O Salário Mínimo Nacional teve reajuste de 4,61%, já o Piso Regional do Paraná, em que o próprio governo estadual é parte do processo negocial, teve reajustes que variaram de 4,73% a 4,76%, a depender da faixa salarial.

A Sanepar, nesse sentido, está perdendo sua função de servir ao povo paranaense, na avaliação do Departamento. “Cabe questionar onde está a função social da Sanepar, uma empresa estatal (economia mista) que neste momento de crise econômica e social, com a elevação do desemprego e da informalidade, impactando sobre os rendimentos dos trabalhadores, a empresa poderia contribuir para amenizar os seus efeitos sobre a população paranaense”.

18 de April de 201911:35


Publicado Primeiro em Brasil de Fato

Hits: 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *