Rio de Janeiro recupera-se de temporal de quase 13 horas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Rio de Janeiro recupera-se de temporal de quase 13 horas   

Depois de quase 13 horas em estágio de atenção provocado pelo temporal, decretado pelo Sistema Alerta Rio às 18h40 de ontem (1º), o Rio de Janeiro voltou ao estágio de normalidade às 6h35 da manhã de hoje (2). A cidade teve ruas alagadas e árvores derrubadas com a força do vento. O alagamento do Sambódromo atrasou o início do desfile das escolas do Grupo A, na Marquês de Sapucaí.

Somente no bairro da Saúde, onde fica o pluviômetro do Sambódromo, choveu 44,4 milímetros de 17h45 às 21h45 de ontem (1º), o correspondente a 36,7% da média histórica de chuva para esta estação em março. Com o lixo levado pelo temporal, a Companhia de Limpeza Urbana (Comlurb) mobilizou uma equipe de mais de 400 garis para desobstruir 710 bueiros e raspar 880 metros de vias públicas.

Por medida de segurança, a Avenida Niemeyer, que liga o bairro de São Conrado ao Leblon, ficou interditada. O mesmo aconteceu com a Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, uma das opções de trânsito entre as zonas norte e oeste da cidade.

Na cidade toda, a média de chuva foi de 47,6mm, o que corresponde a 34,4% da média histórica de março para a cidade. Em apenas 15 minutos, a estação do Recreio dos Bandeirantes registrou o maior volume de chuva (34 mm), seguida dos bairros Barra–Riocentro (31,2 mm), Alto da Boa Vista (30,8 mm), Grota Funda (28,6 mm) e Estrada Grajaú-Jacarepaguá (27,2) mm.

Sirenes acionadas

A Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil acionou sirenes em 32 das 103 comunidades de alto risco geológico, monitoradas pelo sistema de alertas sonoros da cidade. Até o momento, o serviço 199 (canal de atendimento do órgão) recebeu 26 chamados de emergência, a maioria ocorrências ligadas a dano de estrutura de imóvel e a deslizamento de encostas. Por enquanto, não houve registro de vítimas.

Engenheiros e técnicos da Defesa Civil atendem aos principais chamados. Desde ontem, foram registrados 29 pontos de alagamentos e oito quedas de árvores pelo Centro de Operações Rio. As equipes da prefeitura ainda atuam em cinco pontos de alagamentos, sendo os mais intensos no Mergulhão Billy Blanco, na Barra da Tijuca, e no Buraco do Lacerda, no Jacaré, que permanecem interditados ao tráfego.

Tempo

O Sistema Alerta Rio informa que a Zona de Convergência de Umidade vai perder força no decorrer deste sábado. A previsão é de céu nublado a encoberto, com chuva fraca a moderada pela manhã e à tarde, com chuva fraca isolada à noite. As temperaturas estarão em declínio, com máxima prevista de 29°C e mínima de 21°C.

Sambódromo

Os postos médicos montados pela prefeitura do Rio no Sambódromo fizeram 123 atendimentos no primeiro dia de desfile das Escolas do Grupo A. A maioria dos casos está relacionada a traumas ortopédicos leves e mal-estar geral. Quatro pessoas foram transferidas para unidades de saúde da rede municipal.

    Douglas Corrêa – Repórter da Agência Brasil  2 de March de 2019  16:47  Publicado Primeiro em Agência Brasil – Últimas Notícias

Hits: 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *