Servidores do município de Bayeux estão com salários atrasados e pressionam prefeito

BRASIL

Servidores do município de Bayeux estão com salários atrasados e pressionam prefeito

PARAÍBA

Sindicato convocou funcionários prejudicados para protesto em frente à Prefeitura

Redação BdF PB |
Atraso dos salários leva servidores da cidade de Bayeux a protestos em frente à Prefeitura
Divulgação

Os servidores efetivos da cidade de Bayeux voltaram a cobrar e protestar, nesta sexta (9), pelo pagamento de seus salários. Isto porque desde julho parte dos funcionários não vem recebendo seus salários no prazo previsto, causando revolta e constrangimento entre os servidores da Prefeitura. “O prazo para pagamento dos funcionários venceu ontem, geralmente se paga os salários até o quinto dia útil do mês”, relata a presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Município de Bayeux (Sintramb), Germana de Sousa Vasconcelos. “A gente gostaria de ter ouvido do prefeito, neste protesto de hoje, quais as providências que estão sendo tomadas e gostaríamos de conversar com ele, mas ninguém da Prefeitura estava aqui para nos receber”, relatou Germana.

Sintramb mobilizou a categoria, que protestou contra os atrasos, em busca de uma solução. Foto: Divulgação.

Ainda segundo o Sintramb existem servidores aposentados que estão com salários há 50 dias atrasados, assim como profissionais da área de segurança estão há 20 dias a espera dos proventos.
A categoria também teme que esta realidade se torne corriqueira em Bayeux e que o 13° salário também possa atrasar.
 “Vamos esperar até amanhã, no máximo, e depois tomaremos as medidas necessárias junto com a categoria”, desabafou a presidente do Sintramb, Germana Vasconcelos.
Ainda no mês de julho deste ano, a Prefeitura Municipal de Bayeux lançou uma nota explicando que os atrasos salariais estariam ocorrendo por conta do bloqueio das contas da Prefeitura, pela Receita Federal, para o pagamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Ainda na mesma nota, o prefeito de Bayeux, Mari Batista (Noquinha), lamentou o ocorrido e se comprometeu a regularizar os salários o mais rápido possível. No entanto, neste mês de novembro, o atraso dos salários, de parte dos funcionários da prefeitura, cerca de 230 servidores, persiste e os servidores não têm explicação plausível para tal atraso.
 

9 de novembro de 201817:00

Via Brasil de Fato

Hits: 9

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *